Madeira de demolição

Me recordo vagamente quando fui comprar com o meu pai a primeira máquina elétrica da oficina, uma furadeira. Creio que por incentivo de meu tio, que já possuia algumas que facilitavam muito alguns trabalhos. Com os dois eu aprendi a escolher a madeira, observar o sentido das fibras ... com o passar de algumas décadas a oficina mudou, a disponibilidade de madeiras diminuiu, contudo ficou o prazer do trabalho.
As madeiras de demolição ganham vida nova após um pouco de cuidado, entretanto algumas marcas ficam, as rachaduras ganham cola e os pregos escondidos arrancam alguns impropérios.

Um beliche que virou cristaleira

cristaleira

Uma madeira que estava no jardim

suporte e estante com madeira que estava no jardim

Cabo em canela preta

cabo





Ilha de Santa Catarina - Florianópolis - SC


atelie cova do lobo metal madeira restauracao em floripa sc